Cotado para o Brasil, Jeep Avenger ganha versão micro-híbrida de 136 cv - noticiasbh

Cotado para o Brasil, Jeep Avenger ganha versão micro-híbrida de 136 cv

Philipe - Redação Noticiasbh


Apresentado como um conceito no Salão de Paris de 2022, o Jeep Avenger 4xe só agora faz sua estreia como um modelo de produção. A variante micro-híbrida do SUV mais barato da empresa começará a ser vendida na Europa no final de 2024 e os preços ainda não foram revelados. O pequeno utilitário está em estudos para o mercado brasileiro, como um possível substituto do Renegade.

Apesar da sigla 4xe ser a mesma de outros carros da marca, o Avenger 4xe tem um sistema micro-híbrido, usando um motor 1.2 turbo a combustão de 136 cv, em conjunto com dois propulsores elétricos, criando uma tração integral. Este mesmo conjunto está no Alfa Romeo Junior apresentado recentemente. A marca aproveitou para realizar algumas atualizações cosméticos no exterior e no interior, além de mexer um pouco na mecânica.

Já fiel ao DNA da marca na versão com tração dianteira, o Jeep Avenger 4xe abraça totalmente o espírito off-road, com elementos redesenhados e novos detalhes. Começa com os para-choques dianteiro e traseiro feitos de material resistente a arranhões, grade inferior mais robusta e protetores de radar e faróis de neblina em uma posição elevada para melhorar a iluminação da estrada. Há também novo rack de teto e uma barra de reboque traseira, que é essencial para os off-roaders.

O equipamento padrão inclui os pneus de uso misto, enquanto as opções incluem os pneus All Terrain 3PMSF ainda mais especializados, que proporcionam ainda mais aderência nos terrenos mais difíceis.

Por último, mas não menos importante, estão os ângulos específicos, melhorados em relação à versão com tração dianteira. O Jeep Avenger micro-híbrido com tração nas quatro rodas agora apresenta um ângulo de ataque de 22°, um ângulo de inclinação de 21° e um ângulo de saída de 35°, com distância do solo de 210 mm (+10 mm).

Jeep Avenger 4x 2024

O design geral do interior do Jeep Avenger 4xe permanece inalterado, mas há novidades nos materiais que revestem os assentos, que são laváveis e mais resistentes do que os utilizados no restante da linha.

Por outro lado, o painel de instrumentos digital, a central multimídia de 10,25 polegadas e a boa organização do espaço não sofrem alterações significativas.

Agora vamos à parte mais interessante: a motorização do Jeep Avenger 4xe. Como mencionado, é o mesmo sistema micro-híbrido lançado pelo Alfa Romeo Junior, onde o motor 1.2 turbo a gasolina de 3 cilindros com 136 cv é combinado com dois motores elétricos de 28 cv (21 kW), posicionados um em cada eixo. Tudo é complementado por uma transmissão automatizada de dupla embreagem de 6 marchas. Não há menção à bateria, mas, dado seu parentesco com o SUV da Alfa Romeo, ela deve ter 900 Wh brutos, permitindo que ele se mova no modo 100% elétrico por alguns quilômetros. Os números oficiais declaram uma velocidade máxima de 194 km/h e 0 a 100 km/h percorridos em 9,5 segundos.

O sistema de tração nas quatro rodas do Jeep Avenger 4xe tem diferentes modos de operação graças à função Select Terrain: Auto, Snow, Sand Mud e Sport, para obter todo o potencial dos motores e também explorar o e-boost nas rodas traseiras, usando o motor elétrico em conjunto com a unidade a combustão por alguns segundos.

Quando ajustado para Auto, o sistema ativa o motor 1.2 e os dois motores elétricos até 30 km/h para garantir a tração máxima com uma divisão de torque de 50:50. Entre 30 e 90 km/h, por outro lado, o motor traseiro só é ativado sob demanda e permanece conectado às rodas traseiras para responder prontamente, se necessário. Acima de 90 km/h, o Jeep Avenger 4xe se comporta como um micro-híbrido clássico, um SUV de tração dianteira com um motor traseiro desconectado.

Jeep Avenger 4x 2024

A nova versão do Avenger com tração nas quatro rodas traz consigo outra importante inovação: a suspensão traseira Multilink.

O Jeep Avenger 4xe começará a ser vendido na Europa no último trimestre de 2024, com preços ainda a serem revelados. Analisando a lista de preços atual, esperamos um preço inicial mais alto do que os 26.000 euros (R$ 145.038) do Avenger Latitude com tração dianteira e motor 1.2 turbo a gasolina de 100 cv, mas ainda deve custar menos de 30.000 euros (R$ 167.352).

No caso do Brasil, o Avenger voltou a ser analisado pela operação nacional da Stellantis como uma nova opção de entrada para a Jeep, ocupando o espaço que hoje é do Renegade. O modelo havia sido rejeitado em clínicas por ser muito simples, porém a empresa hoje fala sobre usar a engenharia e o time de design local para adequar o modelo ao gosto brasileiro. Caso seja aprovado, será um dos 40 lançamentos previstos até 2030.

- Publicidade -
[wpadcenter_ad id='7984' align='none']
Compartilhar conteúdo
Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *