A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (23), uma operação para combater a associação criminosa que promove a migração ilegal de pessoas para os Estados Unidos.

Segundo a Polícia Federal, os agentes cumpriram cinco mandados de busca e apreensão nas residências e endereço comercial dos envolvidos em Governador Valadares e Coroaci.

A estimativa da polícia é que a associação criminosa tenha remetido ilegalmente para o exterior cerca de 63 pessoas, incluindo crianças e adolescentes.

Conforme as investigações, o grupo criminoso ostentava um patrimônio incompatível com as atividades formalmente desempenhadas. Há indícios da utilização de terceiros e empresas de fachada para ocultar e dissimular valores provenientes do envio ilícito de brasileiros para os EUA.

Ainda de acordo com a PF, a associação tenha movimentado mais de R$ 9 milhões no esquema ilegal. A Justiça determinou o sequestro de bens até o limite de R$ 3,6 milhões.

Durante a Operação Henchman, os agentes apreenderam veículos, documentos, celulares e valores em moeda nacional e estrangeira.

Os investigados respoderá pelos crimes de promoção de migração ilegal, envio irregular de criança e de adolescente ao exterior e associação criminosa, cujas penas máximas somadas ultrapassam 16 anos de reclusão.

Comentários



GRUPO COM NOTÍCIAS DO POR DENTRO DE MINAS NO WHATSAPP

Gostaria de receber notícias como essa e o melhor do Por Dentro de Minas no conforto por WhatsApp. Entre em grupos de últimas notícias, informações do trânsito da BR-381, BR-040, BR-262, Anel Rodoviário e esportes.
Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Acompanhe o Por Dentro de Minas no YouTube

Assista aos melhores vídeos com as últimas notícias de Belo Horizonte e Minas Gerais. Informações em tempo real.