BH

Covid-19: BH recebe mais 20 leitos de UTI, mas ocupação ainda está no vermelho e preocupa

Leito-de-UTI
PBH anunciou a abertura de mais 20 leitos de UTI Covid em BH (Rovena Rosa/Agência Brasil)

A PBH (Prefeitura de Belo Horizonte) anunciou nesta quarta-feira (7) a abertura de mais 20 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) destinados ao tratamento da Covid-19. Com isso, a taxa de ocupação, incluindo redes SUS (Sistema Único de Saúde) e privada, caiu de 95,9%, na terça-feira (6), para os atuais 94%. De acordo com o Boletim Epidemiológico de hoje (7), 1.078 pessoas estão internadas em leitos de UTI Covid nos hospitais da capital.

Embora as taxas tenham diminuído com a abertura de mais leitos, o número de internados ainda continua elevado. De segunda-feira (5) para ontem (6), segundo o boletim da PBH, a queda na quantidade de pacientes na rede pública foi de três pessoas, enquanto a rede privada permaneceu sem mudança. Isso significa que é imprescindível que a população continue mantendo o distanciamento social, o uso da máscara e a correta higienização das mãos, conforme orientações da gestão municipal e de especialistas.

Ainda de acordo com a prefeitura, a rede pública de saúde recebeu 265 leitos de UTI Covid no último mês. Hoje, o SUS-BH conta com 569 unidades de terapia intensiva, totalizando o maior número de leitos de UTI desde o início da pandemia. Também em março, a administração municipal abriu 408 leitos de enfermaria Covid nos hospitais públicos.

UTI: 94% de ocupação

Do total de 1.147 leitos de UTI Covid que possuem as redes pública e privada – também chamada de suplementar -, 94% estão ocupados. Somente nos hospitais do SUS, a porcentagem de pacientes preenchendo os leitos é de 92,3%, sendo 525 pessoas. Já nas unidades de saúde particulares, 95,7% das UTIs Covid estão ocupadas, o que equivale a 553 contaminados por Covid-19 em tratamento intensivo na rede suplementar de BH.

Por outro lado, a capital apresenta queda em um dos indicadores que monitoram o risco da pandemia. O fator RT – quantidade de pessoas que um infectado consegue contaminar – atingiu o nível verde, ao atingir 0,96. Quanto ao número de belo-horizontinos imunizados, até o momento 352.177 receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19, e 115 mil já receberam a segunda.

Por enquanto, apenas profissionais de saúde, moradores de residências inclusivas e idosos de 65 anos ou mais podem receber o imunizante em Belo Horizonte.

Andreza Miranda



Fonte: BHAZ

Redação

O portal noticiasbh utiliza algoritmos com inteligencia artificial para proporcionar a você a seleção das principais notícias da cidade de Belo Horizonte, destaques do Brasil e no Mundo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *