Destaques: Maior ação humanitária de Minas distribuirá 400t de doações para mães de favelas

Destaques: Maior ação humanitária de Minas distribuirá 400t de doações para mães de favelas

Cerca de 40 mil mulheres vão receber neste sábado, véspera do Dia das Mães, alimentos e materiais de higiene para compartilhar com os filhos

Mais de 40 mil mulheres carentes moradoras de favelas, vilas e ocupações de Minas Gerais vão ter arroz, feijão e frango para dividir com os filhos no Dia das Mães, data celebrada no próximo domingo (9). As mesas estarão cheias graças a maior campanha humanitária registrada no Estado.

No total, 400 toneladas de alimentos e produtos de higiene serão doados para as famílias que vivem em situação de extrema pobreza. Os donativos foram arrecadados pela Central Única das Favelas (Cufa), e vão ser distribuídos neste sábado (8) para 600 comunidades de Belo Horizonte, da região metropolitana e cidades do interior. 

A ação faz parte da campanha “Feliz Dia das Mães da Favela” que, inicialmente, pretendia angariar 100 toneladas de comida e materiais de limpeza pessoal. Mas a solidariedade dos mineiros surpreendeu até quem está acostumado em dedicar integralmente a ajudar o próximo. “Não esperávamos tanta adesão. Superou e muito as expectativas”, declarou o presidente estadual da Cufa em Minas, Francis Santos. 

“Mas é um misto de emoções. Satisfação de ter superado a meta inicial e ajudar tantas mulheres, e, por outro lado, frustração porque a demanda é ainda maior do que estamos conseguindo contribuir. Infelizmente, o índice de trabalhadores que perderam renda durante a pandemia é muito grande. Se tivéssemos condições, ajudaríamos ainda mais”, descreveu.

Desde o início do ano, a Cufa em Minas levantou 500 toneladas de mantimentos, sendo 400 somente na campanha do Dia das Mães. Os donativos arrecadados na mais recente ação vão partir neste sábado (8) do estádio Mineirão, para os locais onde serão distribuídos. Francis alerta que as famílias carentes não devem comparecer ao Gigante da Pampulha para pegar as cestas básicas e produtos de higiene.

Isso porque os mantimentos serão entregues para as lideranças dos aglomerados. “Os representantes de cada região vão levar as cestas e repassar para as pessoas que já estão cadastradas, para que elas tenham acesso aos alimentos”, explicou. As famílias não beneficiadas que querem ajuda da Cufa devem procurar os líderes da região e solicitar ajuda.

“Amanhã será uma distribuição simbólica, pois a gente quer que tenha alimento para que as mães possam compartilhar com os filhos. Mas nossa campanha é permanente e, por isso, é importante a contribuição de cada um”, ressaltou Francis.

Para ajudar a Cufa basta acessar o site www.cufaminas.org e consultar todas as formas de doação. 

Contra a fome

Também neste sábado, 10 toneladas de alimentos, arrecadados na campanha “Um Abraço em Forma de Alimento”, realizada pelo Sindicato das Seguradoras de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Distrito Federal (SindSeg MG/GO/MT/DF), serão distribuídas à Cufa. 

“Com a pandemia, percebemos a importância da união do nosso setor para uma ação coletiva de ajuda humanitária. Queremos fazer parte de uma solução. E uma das formas que encontramos foi nos unir ao movimento da Cufa Minas pela arrecadação de alimentos para famílias necessitadas. É gratificante ver o resultado dessa corrente solidária”, destaca o presidente do sindicato, Marco Neves. 

Em tempos de desinformação e pandemia, o jornal O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Continue nos apoiando. Assine O TEMPO.

Fonte: Jornal Super / O tempo

CATEGORIAS
TAGS

COMMENTS

Wordpress (0)
Enable Notifications    OK No thanks