Publicidade


mpf telegram

O MPF cobrou o Telegram sobre as medidas de combate às fake news.| Foto: Pixabay

O Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo enviou um ofício na última terça-feira (10) ao advogado representante do Telegram no Brasil, Alan Campos Elias Thomaz, pedindo um balanço sobre as medidas tomadas para combater informações falsas veiculadas por meio do aplicativo. As informações são da CNN Brasil.

O Telegram precisará enviar informações relacionadas à remoção de canais, grupos e postagens, à suspensão temporária de canais e grupos e ao banimento ou suspensão temporária de usuários, segundo a CNN. Também deverá explicitar quais violações de termos provocaram as medidas e se essas decisões se restringiram aos cem canais brasileiros mais populares na plataforma.

Em março, Alexandre de Moraes, ministro do STF, chegou a determinar o bloqueio do Telegram no Brasil. Dias depois, ao cumprir as exigências feitas pela Justiça brasileira, o aplicativo voltou a funcionar.

Fonte: Gazeta do Povo

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSO CONTEÚDO

O Portal Notícias BH utiliza algoritimos modernos e inteligentes que vasculham a internet, filtram e integram os melhores conteúdos em formato de postagens, possibilitando assim o acesso rápido e preciso as melhores e mais recentes notícias sobre a cidade de Belo Horizonte e os principais assuntos em destaque na internet.

Publicidade