BH

Destaques: Preso avô suspeito de abusar das netas de quatro meses, 1 e 7 anos em Uberlândia

Homem de 53 anos admitiu os crimes, que podem ter se iniciado em março deste ano

Um homem de 53 anos foi preso em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, suspeito de abusar sexualmente das netas de quatro meses, 7 e 1 ano de idade. Ele foi detido no momento em que supostamente estava fugindo para outro Estado.

Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), o caso referente à menina mais velha chegou ao conhecimento do órgão na última quinta-feira (1), mas a suspeita é que os abusos começaram em março deste ano. Os crimes contra as outras crianças ainda estão sendo apurados pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam).

Um dia após a denúncia, a Polícia Militar apresentou o suspeito à Delegacia de Plantão e, em depoimento, ele confessou os abusos. Após reunir os elementos, a PCMG representou à Justiça pela prisão preventiva do investigado, que foi expedida no domingo (4).

Ele foi preso na noite dessa terça-feira (6) na Praça da Bíblia, em frente ao Terminal Rodoviário de Uberlândia, onde tentaria viajar para São Paulo. De acordo com a delegada Ludmila Carneiro, o homem não resistiu à prisão.

Caso seja condenado, o avô pode pegar até 15 anos de reclusão em regime fechado. O inquérito policial deverá ser concluído em até 10 dias.

Conforme a polícia, a vítima e a mãe dela, que fez a denúncia, além do próprio suspeito, já foram ouvidos. Ele foi encaminhado ao sistema prisional, onde está à disposição da Justiça.

Em tempos de desinformação e pandemia, o jornal O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Continue nos apoiando. Assine O TEMPO.

Fonte: Jornal Super / O tempo

Redação

O portal noticiasbh utiliza algoritmos com inteligencia artificial para proporcionar a você a seleção das principais notícias da cidade de Belo Horizonte, destaques do Brasil e no Mundo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *