Futebol: Cruzeiro: Pablito é eternizado ao lado de Salomé e filho prestigia homenagem

Futebol: Cruzeiro: Pablito é eternizado ao lado de Salomé e filho prestigia homenagem

Muros do clube esportivo celeste receberam tributo ao torcedor, que faleceu na última terça-feira devido a complicações da Covid-19

A torcida do Cruzeiro promoveu uma bela homenagem ao torcedor Pablito, que infelizmente faleceu na última terça-feira (23), aos 39 anos, devido a complicações da Covid-19. Ele foi eternizado com um mural no clube esportivo do Cruzeiro, no Barro Preto, ao lado de outro símbolo da torcida celeste, a ícone Salomé, que faleceu em 2019. 

Os torcedores se mobilizaram nas redes sociais para prestar a homenagem a Pablito, com a arrecadação de doações para que a obra fosse custeada. Tão logo o objetivo foi concluído, o grupo se dirigiu ao Barro Preto nesta quarta-feira (24) para executar a manifestação de carinho ao infuenciador. 

Pablito foi eternizado nos muros do Barro Preto com o filho Gabriel. O garoto esteve no local para prestigiar a homenagem que foi feita ao pai. 

Ao Super.FC, Felipe Ikis, um dos responsáveis pelo tributo a Pablito, comentou sobre a emoção do momento. Além do mural, Pablito também ganhará uma bandeira e o restante da verba arrecadada pela torcida será destinada à família do torcedor para o custeio do sepultamento. 

“A gente fez o da Salomé, acordamos com a notícia e já sabíamos que tinha que ter um mural. E com o Pablito não foi diferente. Até tentei deixar as artes bem próximas para casar melhor. Aqueles desenhos que não queremos fazer. Achei sensacional o que a torcida fez, em 15 minutos já levantou a verba para fazer um mural, para fazer uma bandeira e, inclusive, a gente conseguiu um dinheiro a mais nesta vaquinha que vai ser repassado para a mãe dele ou para ajudar nas custas do enterro e do velório também”, destacou Ikis. 

“É emocionante, de um jeito ruim e de um jeito bom também. É um misto de emoções porque ao mesmo tempo que é duro para nós, como foi o do Salomé, a gente os sente representados ali, eternamente, enquanto durar esse muro aqui no clube. É uma forma de manter o legado de ambos vivo. Todos que passarem por ali saberão que foram duas pessoas que dedicaram a vida 100% ao Cruzeiro. Isso aí, pelo menos, a gente tem a honra, a alegria, de saber que eles serão eternizados”, acrescentou Ikis. 

Felipe Ikis ainda comentou sobre a presença de Gabriel, filho de Pablito, no local. “Ele, a mãe do Pablito, a namorada, o pessoal chegou aqui mais para o final, porque a gente pediu para não aparecerem antes para não ter aglomeração. Na hora que ele chegou, foi muito bacana, ele se reconheceu no desenho, ficou feliz com a homenagem. Muito novinho ainda, mas foi muito emocionante ver aquilo”, reforçou o torcedor cruzeirense. 

Em tempos de desinformação e pandemia, o jornal O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Continue nos apoiando. Assine O TEMPO.

Fonte: Jornal Super / O tempo

CATEGORIAS
TAGS

COMMENTS

Wordpress (0)
Enable Notifications    OK No thanks