Futebol

Futebol: Galo: Hyoran explica diferença entre Sampaoli e Cuca, e espera rápida transição

Modelos diferentes justificam tempo de adaptação e meia destaca treinos para ajustar à nova filosofia do treinador atual

O meia Hyoran deixou a titularidade de uma temporada para outra. Com a chegada de Cuca e de reforços no meio-campo como Nacho Fernández e Tchê Tchê, o jogador, que era um dos formadores do setor do time de Jorge Sampaoli, busca voltar a figurar entre os onze do Atlético.

Além de Hyoran, o time todo do Atlético passa por um momento de adaptação a um novo modelo de jogo. E o meia acredita que rapidamente o grupo vai entendendo a nova forma de jogar.

“Cuca está usando esses dias para implementar a forma dele de jogar. Queira ou não, o Sampaoli tinha outra forma de jogar. E estávamos acostumados a jogar de outra forma. Mas agora, estamos jogando da forma que o Cuca quer e tenho certeza que vamos jogar da forma que ele quer implementar”.

Hyoran explicou algumas das diferenças entre os trabalhos do último treinador do Galo e o atual.

“O Sampaoli usava uma forma mais posicional, com cada jogador na sua posição. E o Cuca dá essa liberdade para a gente se movimentar e mudar de posição. O Sampaoli gosta dos pontas bem abertos, o Cuca gosta que os pontas se movimentem, que venham por dentro também. E essa semana foi importante para treinar como ele quer”.

Hyoran sabe que ele também precisa mudar para voltar à titularidade, já que Nacho, Tchê Tchê, Zaracho e Allan vêm tendo mais chances do que ele. 

” A forma que eu gosto de jogar era como eu jogava ano passado. E a minha volta à posição vai ser no dia a dia. Se eu tiver bem, num bom momento, vou poder ajudar. Se o pensamento de todo mundo for esse, vai fazer o time crescer, o time evoluir. O Cuca fala que vai jogar quem estiver melhor. E assim a gente vai conseguir colher os frutos”.

Sobre a pressão da torcida a respeito do time, que perdeu o clássico para o Cruzeiro no último jogo, Hyoran não vê como algo diferente. 

“Por tudo que está se criando, pela qualidade do elenco, a gente sabe que vai criar essa pressão. A gente tem que estar preparado. Se ele (Cuca) optar por jogar com o time titular, ou se optar jogar com outros jogadores, tem que estar todo mundo preparado”

Em tempos de desinformação e pandemia, o jornal O TEMPO reforça o compromisso com o jornalismo mineiro, profissional e de qualidade. Nossa redação produz diariamente informação responsável e que você pode confiar. Continue nos apoiando. Assine O TEMPO.

Fonte: Jornal Super / O tempo

Redação

O portal noticiasbh utiliza algoritmos com inteligencia artificial para proporcionar a você a seleção das principais notícias da cidade de Belo Horizonte, destaques do Brasil e no Mundo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *