Tecnologia

Tecnologia: Chicago PD 8×11: Hailey precisa lidar com traumas do passado (recap)

ATENÇÃO, SPOILERS À FRENTE!

Continuando a exibição da 8ª temporada de Chicago PD, o episódio 8×11 desta semana tocou em pontos delicados para Hailey Upton (Tracy Spiridakos). Afinal, seu grande trauma de infância relacionado à violência doméstica foi explorado, o que apresentou um pouco mais sobre seu passado e a difícil rotina que teve com sua família.

Ao que tudo indica, a partir desse ponto, a personagem passa a enfrentar verdadeiramente tudo aquilo que ainda se apresentava como algo doloroso. Vale destacar que, no 3º episódio desta temporada, ela nem ao menos conseguiu encarar seu pai após ele sofrer um ataque cardíaco.

Confira todos os detalhes do episódio 8×11 de Chicago PD com o nosso recap!

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

Chicago PD 8×11: personagens enfrentam sinais de violência deixados para trás

O intitulado como “Signs of Violence” (Sinais de violência, em uma tradução livre) apresentou um caso extremamente sólido para a investigação dos policiais envolvidos.

Ainda que algumas cenas fossem difíceis de serem assistidas, elas se mostraram muito pertinentes para a construção narrativa daquilo que mais tarde seria explorado com maior agilidade. Nesse contexto, Upton atendeu um telefonema que envolvia uma criança que passou por uma vida inteira de abusos emocionais e físicos.

Ela imediatamente se sentiu atraída pela história de Becca (Stella Grace Fitzgerald) ao se reconhecer naquele rosto dolorido, mas muito esperançoso. A personagem fez um grande esforço para ajudá-la e sua determinação foi fundamental para a solução do caso, mesmo que desobedecesse algumas ordens de Voight (Jason Beghe).

Como ela estava movida pela emoção, era muito fácil que a sua investigação, um tanto quanto pessoal, fracassasse. No entanto, parecia que ela conseguiria se libertar se tudo ocorresse bem com o caso de Becca. Dessa maneira, o passado de Upton lhe deu bons instintos e seu envolvimento pessoal no caso fez com que Becca fosse salva a tempo.

No entanto, todas essas emoções a forçaram a uma reavaliação de abordagem. Depois de uma conversa franca com Voight, a personagem percebeu que não podia continuar fingindo que seu passado não estava se infiltrando em seu presente.

Uma infância alimentada por controle, manipulação, traição e abuso também tornou difícil para Upton formar uma conexão real com outra pessoa. Mesmo antes de ela assumir o caso, Upton não conseguiu lidar com as declarações que Halstead (Jesse Lee Soffer) havia feito, pois aquilo se transformava em um gatilho.

(NBC/Reprodução)(NBC/Reprodução)Fonte:  NBC 

É por isso que sua decisão final de se abrir para Halstead e ser vulnerável e transparente sobre seus medos e inseguranças é um passo que parece seguir na direção certa. Há uma forte conexão entre os dois, pois fica claro que Halstead se preocupa com Upton e quer apoiá-la.

Dessa forma, o episódio se encerra com essa pequena esperança de que os dois vão conseguir se acertar de um modo interessante e de que Upton conseguirá seguir adiante com uma possível cura.

Portanto, não perca o próximo episódio! Chicago PD continua a exibição de sua 8ª temporada em 21 de abril pela NBC.


Fonte: Tech Mundo

Redação

O portal noticiasbh utiliza algoritmos com inteligencia artificial para proporcionar a você a seleção das principais notícias da cidade de Belo Horizonte, destaques do Brasil e no Mundo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *